2016 agosto

14034916_1158687534195677_6455621632531520321_n

Afinal, quem é esse tal de Designer de Interiores / Rodrigo Marques

By | Blog | No Comments

SpotLogo

SPOT BOLETIM ACADÊMICO DE DESIGN DE INTERIORES

O Spot Boletim Acadêmico de Design de Interiores é um projeto desenvolvido por alunos do curso de Design de Interiores da Unicesumar, Campus: Maringá. São os atuais membros do Spot os alunos: Marciane Schuh, Rose Ribeiro, Fernando Silva, Bárbara Faria e André Fernandes. Neste mês o Spot lança a sua 6a. Edição recheada de conteúdos muito interessantes para o Design de Interiores. Agora este jovem projeto fará uma parceria com o Diblioteca, dividindo com a gente, por aqui, as suas colunas. Para entrar em contato com ele segue o e-mail: spotboletim@gmail.com
Rodrigo Marques - Designer de Interiores na empresa Art & Antiques e Professor na empresa Senac Brasil/RJ

Rodrigo Marques – Designer de Interiores na empresa Art & Antiques e Professor na empresa Senac Brasil/RJ

Lembro-me como se fosse hoje, ao ver a lista dos cursos oferecidos pela UFRJ (UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO) que não tive dúvidas, ao ler a descrição do curso de composição de interiores, foi paixão à primeira vista e estava decidido, iria prestar vestibular para o curso.

Ao falar com meus pais sobre a minha escolha e depois de ler a descrição do mesmo para eles, ouvi uma pergunta que escuto até hoje: “Mas por que não arquitetura?”. Quero deixar claro que não tenho nada contra a arquitetura e muito menos contra os arquitetos (por sinal, tenho muitos amigos da profissão), mas é engraçado (para não dizer triste) ver como as pessoas não conseguem ainda enxergar as diferenças entre as profissões.

Tomas Maldonado, pintor, designer, filósofo e professor, ratifica essa diferença ao dizer que o engenheiro trabalha com o quilômetro, o arquiteto com o metro, e o designer com o centímetro. Nós, designers de interiores somos profissionais do detalhe, não que nossos amigos arquitetos não se preocupem com o mesmo, mas acho, que para nós, é mais natural, está no sangue.

O designer seja de interiores, gráfico, de produto, etc., para o artista é engenheiro e para o engenheiro é artista, estamos ali, na partilha do técnico e do estético e muitas vezes somos estranhos para os outros, temos uma forma um tanto quanto peculiar de olhar o mundo ao nosso redor, e isso é uma coisa boa.

Percebemos as questões a nossa volta com uma perspectiva totalmente diferente. Se vemos o trânsito, pensamos como resolvê-lo, se vemos uma poltrona na casa de um amigo, já pensamos em como torna-la mais bonita ou confortável. Isso não faz com que sejamos bons designers, só faz de nós um designer: uma pessoa que vê soluções onde existem problemas. E os problemas estão em todos os lugares.

****Este texto foi publicado originalmente na Primeira Edição do Spot Boletim Acadêmico de Design de Interiores em 2014.

___

SpotLogo

SPOT BOLETIM ACADÊMICO DE DESIGN DE INTERIORES
O Spot Boletim Acadêmico de Design de Interiores é um projeto desenvolvido por alunos do curso de Design de Interiores da Unicesumar, Campus: Maringá. São os atuais membros do Spot os alunos: Mateus Sanches, Marciane Schuh, Rose Ribeiro, Daniel Manfredi, Bárbara Faria e André Fernandes. Neste mês o Spot lança a sua 6a. Edição recheada de conteúdos muito interessantes para o Design de Interiores. Agora este jovem projeto fará uma parceria com o Diblioteca, dividindo com a gente, por aqui, as suas colunas. Seu representante será o Mateus Sanches, estudante de Design de Interiores, 1o. semestre matutino do Curso Tecnológico de Design de Interiores Unicesumar. Para entrar em contato com ele segue o e-mail: spotboletim@gmail.com
Para ler toda a 6a. Edição:

 

__

DIblioteca 2016As imagens dos projetos e as informações são de responsabilidade de cada escritório e profissional mencionado.

vannystand01

Stands

By | Blog | No Comments

Vanessa Santos, 26 de Agosto de 2016 07h40m

Hoje vamos conversar e falar um pouco sobre um projeto muito criativo que nós Designers podemos desenvolver: os Stands.

Stand são estruturas planejadas e construídas para divulgar uma marca e/ou produto em um determinado espaço, despertando assim, sensações e criando experiências com o público alvo. Esses projetos requerem que o profissional incorpore conhecimentos relacionados a outras áreas e assuntos relacionados ao projeto em questão. É ideal para empresas que visam investir em sua identidade visual, tornando assim, sua marca mais conhecida. Os materiais podem ser dos mais variados, desde o uso de metais, MDF, dry wall, vidros, acrílicos, como painéis de madeira e alumínios.  Vale ressaltar que para um bom projeto, o designer deve pensar em qual será o público alvo, conhecer a história do produto ou da marca, valores, missão e visão e qual será o objetivo e diferencial do projeto.

O profissional de design de interiores pode trabalhar com diversos tipos de stands, sendo eles,

STAND BÁSICO e PADRÃO

Construído com o sistema modular, nestes projetos não é possível inovar tanto nas medidas e formatos. Costumam ter o preço reduzido e a vantagem de serem fáceis para montar. O chão costuma ter apenas uma forração do piso do pavilhão.

Também é montado através do sistema modular, porém pode-se contar com um piso elevado, feito de madeira com revestimentos, e teto com um pergolado de alumínio. Também é possível dividi-lo em várias salas menores.

STAND CONSTRUÍDO

Projeto personalizado, montado sem o uso de peças modulares. Costuma ter paredes e teto em madeira, mas nada é regra. Este tipo de stand possibilita o uso de estruturas mais arrojadas, podendo até criar projetos com mezanino.

Loja COS – Feito com uma estrutura móvel e desmontável

Loja COS – Feito com uma estrutura móvel e desmontável

 

STAND CENOGRÁFICO

A construção do stand não segue qualquer padrão para criar uma ambientação temática, que certamente chama a atenção dos visitantes, cabendo ao profissional o feeling para projetar o espaço.

Stand Heineken Rock in Rio

Stand Heineken Rock in Rio

 

Stand Amazon

Stand Amazon

vannystand05

Stand Amazon

Proposta de interação do público com a forma como o serviço da Amazon é feito.

Proposta de interação do público com a forma como o serviço da Amazon é feito.

 

Para um projeto de Stand é necessário:

  • Conhecer o público alvo;
  • História da marca e conceito;
  • Visão, missão e valores;
  • Produto ou serviço;
  • Qual o objetivo e diferencial do projeto;

Para você que é curioso, existe um Festival muito famoso que trabalha com a criatividade, Design em Stands, que acontece todo ano na África do Sul chamado Indaba. Vale a pena conferir e pesquisar mais sobre.

http://www.designindaba.com/festival

http://www.designindaba.com/festival

 

http://www.designindaba.com/festival

http://www.designindaba.com/festival

 

http://www.designindaba.com/festival

http://www.designindaba.com/festivald

http://www.designindaba.com/festival

http://www.designindaba.com/festival

Vanny Perfil

Vanessa Santos, Designer de Interiores, Pós-Graduada em Artes Visuais. Atua na área do Design Gráfico, professora.

 

 

 

___

DIblioteca 2016As imagens dos projetos e as informações são de responsabilidade de cada escritório e profissional mencionado.