Ambientes

Vanessa Santos

TEMAS E ESTILOS DE VITRINES

By | Blog | No Comments

Vanessa Santos, 04 de Novembro de 2016 07h40m

[continuação: conteúdo vitrine]

TEMAS E ESTILOS DE VITRINES

Existem vários temas para projetos de vitrine, assim como estilos diferentes para aplicação destes temas. Hoje vamos conhecer um pouquinho de cada um deles com exemplos práticos.

COMEMORATIVOS

Vanessa Santos

Vanessa Santos

Quando se trata de alguma data especial que temos durante o ano, onde o comércio todo se volta a este tema específico para vender seus produtos e serviços. Como dia das crianças, natal, dia dos namorados e até as trocas de estação.

Vanessa Santos

Vanessa Santos

 

Vanessa Santos

Vanessa Santos

 

PUBLICITÁRIO

Vanessa Santos

Vanessa Santos

 

Vanessa Santos

Vanessa Santos

 

Quando alguma marca quer divulgar um produto específico ela trabalha com a vitrine somente daquele produto, juntamente com uma campanha feita em outras mídias, como tv, rádio, mídias sociais.

OPORTUNIDADE

Conhecidas como as vitrines de promoção ou liquidação, lembrando que, liquidação é quando a marca quer se livrar das últimas peças e produtos para a chegada de uma nova coleção, por isso faz aqueles descontos altos. Já a promoção pode até ser o lançamento de um novo produto, então isso não quer dizer um preço super baixo.

Vanessa Santos

Vanessa Santos

 

Vanessa Santos

Vanessa Santos

 

Vanessa Santos

Vanessa Santos

 

INSTITUCIONAL

Quando a vitrine quer transmitir o conceito da marca somente, para que o público dela consiga se identificar.

Vanessa Santos

Vanessa Santos

 

COTIDIANA

Quando a vitrine expõe os produtos da loja sem um tema específico, para demonstrar quais são os produtos que se vende na loja.

Vanessa Santos

Vanessa Santos

 

Depois dos temas, temos também os estilos, que se adequam ao tema selecionado mas que expõe os produtos de formas diferentes. São eles:

ESCALA

Vanessa Santos

Vanessa Santos

 

Quando o designer trabalha com tamanho dos objetos em escala diferente, seja para maior ou menor, dependendo da ênfase e do significado que se quer transmitir.

AÉREA

Quando a exposição do produto fica fora da base do piso.

Vanessa Santos

Vanessa Santos

 

CONTÍNUA

Quando a loja possui vitrines separadas, mas existe uma continuidade da montagem das vitrines, para que o consumidor compreenda o tema a ser transmitido.

Vanessa Santos

Vanessa Santos

 

CENOGRÁFICA

 

Vanessa Santos

Vanessa Santos

Quando é feito um cenário, para que o consumidor se identifique em atividades do seu cotidiano utilizando aquele produto.

LUMINOSA

Se apropria de conceitos tecnológicos, principalmente de iluminação para montagem da vitrine.

Vanessa Santos

Vanessa Santos

 

CONCEITUAL

De alguma forma, a vitrine transmite o conceito daquele determinado produto para o consumidor.

Vanessa Santos

Vanessa Santos

GRÁFICO

Utiliza de impressões, adesivos, painéis junto com o produto.

Vanessa Santos

Vanessa Santos

 

Estes são os temas e estilos mais conhecidos para se projetar uma vitrine. Se você gostou, pode pesquisar mais sobre eles para ajudar quando você for desenvolver o seu projeto.

 

 

BIBLIOGRAFIA:

journaldesvitrines.com/

Vitrinas, merchandising visual. Entre_vistas. Huguette Maier E Sylvia Demetresco. SENAC SP.

Vitrina, veículo de comunicação e venda. Fátima Lourenço e José Oliveira Sam. SENAC SP.

Vitrina, construção de encenações. Sylvia Demetresco. SENAC SP.

Estamos atendendo, revista ABC Design. Edição 44.

http://www.acifnet.com.br/arquivos/VITRINISMO_E_VISUAL_MERCHANDISING_ACIF_30102012.pdf

http://www.fashionbubbles.com/moda/estilos-de-vitrine-parte-13/

 

vanny-perfil-150x150

 

Vanessa Santos, Designer de Interiores, Pós-Graduada em Artes Visuais. Atua na área do Design Gráfico, professora.

 

 

 

___

DIblioteca 2016As imagens dos projetos e as informações são de responsabilidade de cada escritório e profissional mencionado.

 

25

Destinos: inspiração para a Decoração

By | Blog | No Comments

Raphaella Almeida, 13 de Outubro de 2016 15h00m

Vamos viajar?
Hoje vamos usar como inspiração as paisagens, culturas e costumes de outros lugares para ambientar nossa casa.
É sempre uma delícia viajar conhecer novos lugares e culturas, mas como dizemos, não tem coisa melhor que voltar para casa!. E para não ficarmos com saudades do paraíso que tal trazer para nosso dia dia aquele gostinho de férias, de lugar novo, deixando nossa casa ainda mais divertida e alegre.
Para fazer isso nada melhor do que trazer detalhes locais, capturar a vibração e estética do lugar. Mas não se preocupe se nunca esteve por lá, alguns toques com seu estilo e referencias podem te transportar para lá sem precisar de passaporte!

México:

Acolhedores cobertores listrados, almofadas floridas e muitas cores, são jeitos fáceis de trazer um pouco da cultura mexicana para sua casa.

Quanto mais cor, melhor. Também adoro as luzes cintilantes festivas na varanda desta casa. Eles gritam “fiesta”!

Raphaella Almeida

Raphaella Almeida

Raphaella Almeida

Raphaella Almeida

Raphaella Almeida

Raphaella Almeida

 

  • Costa Rica:

    Se você viajou para algum lugar tropical como Costa Rica, considere transformar sua sala em seu próprio exuberante paraíso tropical, com muita vegetação, almofadas com estampas animais, flamingos e cores alegres e quentes.

    Raphaella Almeida

    Raphaella Almeida

    Raphaella Almeida

    Raphaella Almeida

    Raphaella Almeida

    Raphaella Almeida

    Raphaella Almeida

    Raphaella Almeida

    Raphaella Almeida

    Raphaella Almeida

    Raphaella Almeida

    Raphaella Almeida

    Raphaella Almeida

    Raphaella Almeida

     

  • Paris:

    É difícil visitar Paris e não cair por amores, não é mesmo? E que tal trazer todo esse romance, charme e elegância para sua casa, misturando peças modernas e antigas, dando ao ambiente um ar de elegância parisiense.

    Raphaella Almeida

    Raphaella Almeida

    Raphaella Almeida

    Raphaella Almeida

    Raphaella Almeida

    Raphaella Almeida

    Raphaella Almeida

    Raphaella Almeida

    Raphaella Almeida

    Raphaella Almeida

     

 

 

  • Marrocos:

Inspiração linda para espaços abetos, recheado com plantas e cor!

Raphaella Almeida

Raphaella Almeida

 

Raphaella Almeida

Raphaella Almeida

 

Raphaella Almeida

Raphaella Almeida

  • Palm Beach:
    Traga a Florida e seu espirito alegre e praiano para dentro de casa!
    Mobiliário todo-branco, madrepérola, estampas em papel de parede e muitas, muitas plantas.
Raphaella Almeida

Raphaella Almeida

 

Raphaella Almeida

Raphaella Almeida

 

Raphaella Almeida

Raphaella Almeida

 

Raphaella Almeida

Raphaella Almeida

 

Raphaella Almeida

Raphaella Almeida

Se inspire em suas viagens e deixe sua casa ainda mais linda!

Raphaella

 

Raphaella Almeida, graduada em Design de Interiores pela Faculdade Belas Artes de São Paulo, atua no mercado projetando e escrevendo sobre arte, design e interiores. www.raphaellaalmeida.com.br / instagram: RA Interior Design

 

___

DIblioteca 2016As imagens dos projetos e as informações são de responsabilidade de cada escritório e profissional mencionado.

 

Monte04

Método Montessoriano no Design de Interiores

By | Blog | No Comments

Bom dia, leitores do Diblioteca! Sejam bem vindo ao blog neste sábado lindo!
Hoje temos uma novidade, o blog conta com uma participação muito especial, a Designer de Interiores Adriana Stedille vem nos contar sobre o Método Montessoriano e como ele pode ser aplicado nas ambientações! Assim podemos conhecer mais formas de ambientar quartos infantis ajudando as crianças a se desenvolverem!

Sejam bem-vindos e aproveitem a leitura!

O Método Montessoriano no Design de Interiores por Adriana Stedille

Adriana Stedille, graduada em Design de Produto pela Faculdade da Serra Gaúcha em Caxias do Sul; Designer de Interiores pela Criart de Porto Alegre, e graduanda em História da Arte pelo Claretiano; Diretora de Criação da empresa Usina Interior Design em Caxias do Sul. Contato: contato@usinaid.com.br

Montessori

Fonte: Jumpstart Montessori

O que é o método Montessori e para que ele é utilizado:

A fundadora do método Montessoriano foi Maria de Montessori, primeira médica mulher formada na Itália, por volta de 1907.
O método privilegia a busca direta e pessoal do aprendizado e deve ser montado de acordo com a visão da criança, estimulando sua criatividade e autonomia. O espaço de um bebê ou criança deve ser especialmente projetado para que o mesmo tenha liberdade circular livremente e em segurança, criando sua própria rotina.

Os princípios deste método de educação/organização são:

  • Respeitar e incentivar a criança
  • Dar liberdade de movimento
  • Incentivar a independência e a tomada de decisão
  • Proporcionar oportunidades para aprendizado
  • Enfatizar atividades sensoriais, dentre outros.

Agora, vamos aprender de forma super prática, como utilizar e o que utilizar para adaptar o dormitório do nosso pequeno ao método Montessori?

Lembrando que quanto mais elementos montessorianos conseguirmos inserir no ambiente, mais estaremos auxiliando e alimentando seu aprendizado consciente e autônomo.

  • É importante que a disposição dos objetos e brinquedos estejam sempre ao alcance das crianças.
Fonte: pinterest

Fonte: pinterest

Fonte: pinterest

Fonte: pinterest

Fonte: pinterest

Fonte: pinterest

Montessori04

Fonte: pinterest

 

Fonte: pinterest

Fonte: pinterest

 

 

 

 

  • O espelho facilita a autonomia da criança no auxílio do vestir e conhecimento do próprio corpo e seus limites. O mesmo deve ser em acrílico.
Fonte: Pinterest

Fonte: Pinterest

 

Agora alguns ambientes completos:

Fonte: pinterest

Fonte: pinterest

 

Fonte: pinterest

Fonte: pinterest

Fonte: pinterest

Fonte: pinterest

Fonte: pinterest

Fonte: pinterest

 

 

 

E então, ficou inspirado? Mãos à obra!

Adriana Stedille, graduada em Design de Produto pela Faculdade da Serra Gaúcha em Caxias do Sul; Designer de Interiores pela Criart de Porto Alegre, e graduanda em História da Arte pelo Claretiano; Diretora de Criação da empresa Usina Interior Design em Caxias do Sul. Contato: contato@usinaid.com.br