Designer de Interiores

Casa Cor São Paulo - Estúdio (1)

“Amo o que faço e faço o que amo!” – Paulinho Peres

By | Blog | No Comments

SpotLogoSPOT BOLETIM ACADÊMICO DE DESIGN DE INTERIORES

O Spot Boletim Acadêmico de Design de Interiores é um projeto desenvolvido por alunos do curso de Design de Interiores da Unicesumar, Campus: Maringá. São os atuais membros do Spot os alunos: Mateus Sanches, Marciane Schuh, Rose Ribeiro, Daniel Manfredi, Bárbara Faria e André Fernandes. Neste mês o Spot lança a sua 6a. Edição recheada de conteúdos muito interessantes para o Design de Interiores. Agora este jovem projeto fará uma parceria com o Diblioteca, dividindo com a gente, por aqui, as suas colunas. Seu representante será o Mateus Sanches, estudante de Design de Interiores, 1o. semestre matutino do Curso Tecnológico de Design de Interiores Unicesumar. Para entrar em contato com ele segue o e-mail: spotboletim@gmail.com

“AMO O QUE FAÇO, E FAÇO O QUE AMO”!

Coluna Entrevista e Bate-Papo – Por: Mateus Sanches/Maringá-PR

Arquivo pessoal de Paulinho Peres

Arquivo pessoal de Paulinho Peres

Há 15 anos o renomado designer dedica-se, em conjunto com sua empresa, a criar, idealizar e realizar os sonhos de seus clientes. Cada projeto idealizado  por Paulinho Peres é uma viagem pelo mundo, em cada criação ele resgata a cultura de cada lugar por onde passou em sua vida, tornando assim, cada mansão um verdadeiro espetáculo.

Paulinho carrega consigo uma filosofia de vida que ele traduz na frase: “Amo o que faço, e faço o que amo”, de acordo com o profissional quando se faz o que se ama, com toda dedicação, o resultado é sempre o melhor.

O Designer possui dois escritório, o principal e o primeiro está localizado em São Leopoldo no Rio Grande do Sul, e o não menos importante e segundo situa-se em São Paulo capital.

O Spot Boletim Acadêmico  elaborou algumas interrogações  na integra para o Designer de Interiores, tirando assim algumas duvidas do público estudantil.

1- Paulinho você aposta bastante em sustentabilidade, de acordo com sua opinião há muita diferença na estética de beleza de um projeto sustentável para um projeto regular?

Paulinho Peres: Não nenhuma diferença que seja notória com relação a sustentabilidade no projeto.  O material sustentável utilizado fica nos bastidores. Por exemplo: A placa solar, não conseguimos visualizá-la; a luz de LED; a cisterna, e todos esses e, muitos outros elementos sustentáveis ficam oculto na estética de um projeto. A estética de um projeto é bem importante, mas é necessário pensar sempre na sustentabilidade: usando placas solares, turbina eólica, reaproveitamento da agua da chuva, luz de LED, entre outros.

Arquivo Pessoal Paulinho Peres

Arquivo Pessoal Paulinho Peres

2- Você sempre fala da sua equipe, que eles sempre “viajam” com você nos projetos, ocorreu de discordarem alguma vez?

Paulinho Peres: Nós não fazemos nada sozinhos, somos fortes juntos e juntos chegamos a um mesmo denominador comum.  Sempre há uma discordância, porém chegamos a resultados brilhantes

3- Você é conhecido como inovador no mercado, dentre todos os seus projetos existe um preferido?

Paulinho Peres: Não tenho uma mansão predileta, mas sim um ambiente de destaque. Sou como um pai que tem vários filhos e não tem um favorito.

Arquivo Pessoal Paulinho Peres

Arquivo Pessoal Paulinho Peres

Arquivo Pessoal Paulinho Peres

Arquivo Pessoal Paulinho Peres

4- De todos os projetos que você e sua equipe realizaram, houve algum que o cliente não gostou do resultado?

Paulinho Peres: Trabalhamos de uma forma participativa com cliente, com imagens 3D, formato que apresenta pontos reais, fazendo assim a visualização de como o projeto será por meio de tecnologia. Em nosso contrato há uma cláusula onde determina que os clientes não pode visitar a obra durante 30 dias antes da entrega da mansão,  pois criamos uma expectativa no toque final, surpreendendo-o a cada projeto.

5- Visitar a Expo Revestir e Casa Cor faz diferença para seus projetos?

Paulinho Peres: Sem sombra de duvidas! A Revestir é uma feira muito importante que acaba lançando todos os materiais novos no mercado. Mas, muitas vezes, você pode antecipar as tendências da Revestir, porque se você pode buscar os novos materiais, fazer a diferença, inovar. A Casa Cor SP é a vitrine da Arquitetura e do Design para o mundo. É muito importante participar, é um investimento necessário, não basta criar o melhor projeto, fazer a melhor execução, e tem que empreender e participar como expositor da Casa Cor SP é empreender. Além disto, a troca de experiências nesse evento e muito importante para o profissional do ramo.

6- – Qual o principal elemento de um projeto de interior, seja ele residencial ou seja comercial?

Paulinho Peres: Som e iluminação, tudo com muito charme e bastante glamour, com muita imponência e qualidade.

Arquivo Pessoal Paulinho Peres

Arquivo Pessoal Paulinho Peres

Agora vamos para o Bate Papo, fazemos perguntas rápidas, para recebermos respostas curtas! Mais conhecida como rapidinha!

1- Um Designer que admira?

Paulinho Peres: Oscar Niemeyer, foi um arquiteto e um designer pois inova nas suas formas, é um ícone!

2- Um tema?

Paulinho Peres: Viajar, visitar Paris

3- Uma cor?

Paulinho Peres: Preto

4- Um móvel?

Paulinho Peres: Poltrona de Arne Jacobsen

5- Um lugar inspirador

Paulinho Peres: Punta del Leste.

6- Um toque especial ?

Paulinho Peres: Em um espetáculo, raramente os espetáculos são durante o dia, para mim é a iluminação, e o som. Musica é tudo, move a vida das pessoas.

7- Comercial ou Residencial?

Paulinho Peres: Qualquer projeto, desde que estejamos preparados para criar, seja ele industrial, comercial ou residencial.

8- Uma pessoa em sua vida?

Paulinho Peres: Família, estar sempre com a família, principalmente a minha mãe que é meu braço esquerdo e direito que assim acaba ligando a família toda.

9- Uma cidade?

Paulinho Peres: Rio de Janeiro me encanta, pela as pessoas, belezas naturais, naturalmente linda, desfrutar da vida.

Para finalizar Paulinho Peres deixa um recado a todo o meio estudantil:

Arquivo pessoal de Paulinho Peres

Arquivo pessoal de Paulinho Peres

“Nunca deixem de ousar, criem, inovem, façam obras de arte, saiam do normal, viajem…”

A entrevista completa de Paulinho Peres se encontra em nossa página no Facebook.

 

 

 

 

 

___

SpotLogo

SPOT BOLETIM ACADÊMICO DE DESIGN DE INTERIORES

O Spot Boletim Acadêmico de Design de Interiores é um projeto desenvolvido por alunos do curso de Design de Interiores da Unicesumar, Campus: Maringá. São os atuais membros do Spot os alunos: Mateus Sanches, Marciane Schuh, Rose Ribeiro, Daniel Manfredi, Bárbara Faria e André Fernandes. Neste mês o Spot lança a sua 6a. Edição recheada de conteúdos muito interessantes para o Design de Interiores. Agora este jovem projeto fará uma parceria com o Diblioteca, dividindo com a gente, por aqui, as suas colunas. Seu representante será o Mateus Sanches, estudante de Design de Interiores, 1o. semestre matutino do Curso Tecnológico de Design de Interiores Unicesumar. Para entrar em contato com ele segue o e-mail: spotboletim@gmail.com

Para ler toda a Edição:

capa-2

Como fazer um jardim de inverno

By | Blog | No Comments

Decora Click, 04 de Junho de 2016

Primeiramente vamos ao conceito do que é um jardim de inverno, é um ambiente aberto ou semiaberto inserido em uma residência para o cultivo de plantas.

Com esse conceito, muitas pessoas pensam que seria praticamente impossível ter um jardim de inverno, que poderia ser difícil a execução e que atrapalharia o projeto da residência, o que seria um grande engano! Na verdade ele te ajudará a resolver vários problemas, trazendo o verde, a sensação de conforto a sua casa e permitindo trazer iluminação e ventilação aos ambientes que não possuem janelas, tornando tudo mais agradável!

Então, como fazer um jardim de Inverno?

Um Jardim de inverno pode estar localizado em vários lugares, como na sala de estar, jantar, cozinha, embaixo ou ao lado das escadas e até mesmo nos banheiros.

Muitas coisas envolvem um jardim de inverno, então coloque tudo em um papel antes de colocar as ideias em prática. Esboçar como ficará depois de pronto e listar os materiais é essencial para um bom resultado. Coloque na lista os tipos de plantas, as pedras, se houver madeira, deck, caminho, vasos, grama, o revestimento da parede e do piso e não esqueça da iluminação.

Vamos a algumas dicas:

Escolha o tipo de vegetação, como rasteira, médio porte, folhagem ou florais, opte pelas mais resistentes, pois serão inseridas no interior de uma casa e não esqueçam de ver qual o tipo de sol ela irá receber (sol da manhã ou da tarde), isso influenciará na compra das plantas. Vejam algumas espécies:

PLANTAS01

Se as plantas não forem plantadas no solo, invista em belos vasos, com formatos e tamanhos diferentes, isso fará toda diferença!

PLANTAS02Na escolha das pedras, compre mais de um tipo, para que possa formar desenhos em seu jardim, aposte também em pedras grandes elas dão um charme e trazem ainda mais a sensação de natureza!

PLANTAS03

Se você se animou, mas ainda não tem ideia de local ou estilo do seu jardim de inverno, mostraremos alguns ambientes para inspirá-lo!

Uma ótima opção é ao lado da sala de estar ou de jantar.

Observe que foram postas plantas na parede, uma ótima opção para os que não pretendem mudar o revestimento.

Observe que foram postas plantas na parede, uma ótima opção para os que não pretendem mudar o revestimento.

 

Nesse jardim, a brincadeira nos tamanhos e diversidades nos transportam da cidade para uma casa de campo.

Nesse jardim, a brincadeira nos tamanhos e diversidades nos transportam da cidade para uma casa de campo.

Veja como foram feitas as trocas dos materiais no piso, primeiro a grama, depois as pedras marrons e em seguida um mosaico com o piso até ser transformado no piso contínuo.

Veja como foram feitas as trocas dos materiais no piso, primeiro a grama, depois as pedras marrons e em seguida um mosaico com o piso até ser transformado no piso contínuo.

 

Outro ótimo lugar é inseri-lo na cozinha.

 

Foram utilizadas pedras para revestir a parede, dando uma sensação de conforto e um deck de madeira que facilita a locomoção e a permanência no jardim.

Foram utilizadas pedras para revestir a parede, dando uma sensação de conforto e um deck de madeira que facilita a locomoção e a permanência no jardim.

 

cozinha02

Utilizado na escada, traz vida e charme ao espaço.

escada01

escada02

escada03

Onde provavelmente seria um espaço ‘perdido’, foi projetado um lindo jardim , fazendo toda a diferença.

 

Ou transformando o seu banheiro em um lugar muito agradável e aconchegante.

Foram utilizados dois tipos de pedras como caminho, um para observar e manusear as plantas e o mais claro que o leva para a ducha, uma ótima opção para os dias quentes.

Foram utilizados dois tipos de pedras como caminho, um para observar e manusear as plantas e o mais claro que o leva para a ducha, uma ótima opção para os dias quentes.

 

bwc2

 

bwc3

Mas se você mora em um apartamento ou uma residência pequena, não desanime! Sempre há como ter um jardim em casa!

Uma ótima opção é fazer um jardim vertical, super charmoso e aconchegante.

Na varanda

sac01

Na sala

 

sala1

sala2

No banheiro, novamente:

bwcc1

Ou na cozinha, novamente:

Aproveite para plantar uma mini horta, nada como temperos e verduras fresquinhas.

Aproveite para plantar uma mini horta, nada como temperos e verduras fresquinhas.

cozz2

 

Quer ter o seu jardim de inverno?

Veja os projetos abaixo dos profissionais da Decora Click

Vanny04-1

O QUE É O DESIGN EFÊMERO

By | Blog | No Comments

O QUE É O DESIGN EFÊMERO

Vanessa Santos, 03 de Junho de 2016 13h22m

“Nem tudo que passa, passa-se despercebido. Cabe a nós seres humanos, deixar rastros e marcas inesquecidas.”

Além da nossa profissão estar sendo discutida e comentada com muita frequência no mercado hoje em dia, ao Design foi acrescentada a palavra efêmero. Mas afinal, o que é o Design Efêmero?

Segundo Evelise Grunow na revista ABC Design, Design efêmero é uma comunicação temporária de contato com o público que administra uma marca (produto/serviço) ou um evento. Envolve principalmente questões de consumo e identidade social, cultural e econômica.

Devido a nossa vida contemporânea, a correria, o consumo, globalização e internet, fica cada dia mais difícil não ser apenas mais um superficial e descartável na explosão de informações existentes.

O Design Efêmero adentra no mercado através das filosofias, políticas, crenças, culturas da sociedade para interferir nas individualidades do cidadão.

Para Mafessoli, o Design é responsável pela “estetização da existência”. Se estética, segundo o autor, pode ser entendida como sendo emoções compartilhadas, o Design certamente está relacionado à ideia de criatividade ontológica, isto é, da criação da própria vida como obra de arte através de uma estetização social.

“O MEIO É A MENSAGEM”. Frase de Mc Luhan, nos mostra que muito mais que apenas imagens ou textos, o meio em que vivemos e convivemos transmite mensagens muito mais significantes e expressivas para a memória e construção pessoal de cada um.  Por isso, o Design Efêmero ganha tanta força ao transmitir essas mensagens a partir do meio, muito além de espaços fixos e rotineiros.

Hoje, podemos dizer 75% dos Projetos de Escritórios de Design hoje são projetos Efêmeros, pois, segundo Frederivo Gelli, da Tátil Design, o contato sensorial é muito mais intenso, e gera um contato e popularidade com uma marca, serviço ou produto muito mais eficaz, mesmo que o projeto de Design em si, não dure para sempre.

Interessante a posição de Marcos Beccari, Designer, que fala um pouco sobre o Design efêmero em uma matéria em seu blog Filosofias do Design:

Trata-se do fluxo constante de um agora hiperativo e coletivo, fluxo este que não se pode deixar cair – é preciso manter o assunto em movimento, mas sem se ater demais a algo em específico. Alguns encaram este fenômeno como sendo a manifestação de uma geração questionadora, antenada, proativa e cheia de opinião. Outros consideram que esta mesma geração está sofrendo de um narcisismo epidêmico, histérico e carente, como se aquele fluxo de novidades fosse uma espécie de anestesia contínua de mediocridade.  Partindo da premissa de Guy Debord (1997, p. 51) de que “nossas ideias estão dentro de todas as cabeças”, creio que boa parte do fazer design reside em ressaltar ou destacar uma ideia pré-formatada que satisfaça a carência de um determinado momento.

Exemplos de Projetos de Design Efêmero

  1. Exposições culturais

Museu da Língua Portuguesa – Jorge Amado

DesignEfemero02

SP. 08.10.2011.

SP. 08.10.2011.

 

DesignEfemero04

Materiais simples, mas que trabalhados em composição, iluminação e unidade geram um efeito diferente, e remetem ao conceito e essência principal do escritor.

  1. Eventos Culturais

O Rock In Rio é  maior festival musical do mundo. É um veículo de comunicação de emoção e causas. Utilizando a música como linguagem universal, usa seu poder para reunir pessoas que compartilham do mesmo espírito musical e cultural. Trabalha com cenários, montagem, identidade, sustentabilidade e materiais diversos. Além da união de diversas marcas e produtos que trabalham seus próprios stands no evento.

DesignEfemero05

DesignEfemero06

  1. Cenário

O cenário depende da experimentação luminotécnica, do teste de materiais, texturas, da verificação do impacto humano perante o conjunto de elementos dispostos a transformar a poesia de simples palavras em um momento real, dispostos a fornecer os dados sobre o local onde se passa a ação, além de refletir a situação econômica, política e social dos personagens.

Novela Pedacinho de chão – Rede globo

Novela Pedacinho de chão – Rede globo

 

Show do Djavan

Show do Djavan

 

Crique du Soleil

Cirque du Soleil

Teatro da Broadway

Teatro da Broadway

Termino dizendo, que as possibilidades dos projetos efêmeros são grandiosas, é necessário aguçar a curiosidade, procurer cursos esporádicos, e desenvolver habilidades peculiares para se aprimorar no Mercado.

Segue um vídeo sobre um escritório de Design e Arquitetura, Liquens,  que trabalha com projetos efêmeros. Vale a pena conhecer mais sobre. Até mais.

___

Vanny Perfil

 

Vanessa Santos, Designer de Interiores, Pós-Graduada em Artes Visuais. Atua na área do Design Gráfico, professora.

Criatividade011

Arte, Design e Criatividade

By | Blog | No Comments

Arte, Design e Criatividade

Adriana Stedille, 01 de Junho de 2016 08h00m

Boa tarde leitores queridos do Diblioteca, tudo bem? Hoje falaremos um pouco mais sobre o tema criatividade, então, vamos lá?

Criatividade é uma qualidade adquirida por pessoas curiosas, que buscam inspirações em referências diversas de informações e tem a sensibilidade de compreendê-las de diversas maneiras.

Criatividade02

Criatividade vem de imaginação, de ação, de liberdade de expressão, por isso, arte, design e criatividade são conceitos intrínsecos, caminhando juntos transformando a humanidade através dos tempos, transformando a própria cultura.

Desde a criação da roda, até o automóvel, séculos de diferença, o processo criativo estava lá presente, com seu problema inicial, planejamento, geração de alternativas até a chegada do produto final, o que muda em cada período, é o problema inicial, a necessidade. A criatividade é o centro da história das civilizações, sendo através da arte e sua criatividade que tomamos conhecimento da constante evolução humana.

Criatividade03

Foi através de inspirações nos diferentes períodos da história da arte, na busca de referências e conceitos de arte criatividade que o americano Nick Aldeman desenvolveu uma incrível série de esboços de seus produtos, vejamos alguns deles a seguir!

Criatividade04

Criatividade05

Criatividade06

Ser criativo não faz de ninguém um designer, é um requisito para a profissão. Porém, de nada adianta ser criativo, mas ser preguiçoso, certo? Quanto mais você ler sobre o tema, quanto mais conhecimento agregar acerca de conhecimentos do processo criativo através da história, mais aguçada estará sua criatividade!

É importante lembrar que criatividade não significa criar algo desde seu ponto inicial, muitas vezes criatividade significa inovar e para isso acontecer, vamos estudar?

____

Fontes: Pinterest, Blog Elo7
____

Adriana_Stedille

 

Adriana Stedille, graduada em Design de Produto pela Faculdade da Serra Gaúcha em Caxias do Sul; Designer de Interiores pela Criart de Porto Alegre, e graduanda em História da Arte pelo Claretiano; Diretora de Criação da empresa Usina Interior Design em Caxias do Sul. Contato: contato@usinaid.com.br

SergioRodrigues033

Poltrona Mole para quem trabalhou duro!

By | Blog | No Comments

SpotLogo

SPOT BOLETIM ACADÊMICO DE DESIGN DE INTERIORES

O Spot Boletim Acadêmico de Design de Interiores é um projeto desenvolvido por alunos do curso de Design de Interiores da Unicesumar, Campus: Maringá. São os atuais membros do Spot os alunos: Mateus Sanches, Marciane Schuh, Rose Ribeiro, Daniel Manfredi, Bárbara Faria e André Fernandes. Neste mês o Spot lança a sua 6a. Edição recheada de conteúdos muito interessantes para o Design de Interiores. Agora este jovem projeto fará uma parceria com o Diblioteca, dividindo com a gente, por aqui, as suas colunas. Seu representante será o Mateus Sanches, estudante de Design de Interiores, 1o. semestre matutino do Curso Tecnológico de Design de Interiores Unicesumar. Para entrar em contato com ele segue o e-mail: spotboletim@gmail.com 

“Poltrona Mole para quem ‘trabalhou’ duro”!

Coluna Design no Brasil – Por: Bárbara Faria Costa/RJ

Fig. 2- Poltrona Mole/ Fonte: Página pessoal do designer e arquiteto

Fig. 1- Poltrona Mole/ Fonte: Página pessoal do designer e arquiteto

Dono de uma personalidade marcante, Sérgio Rodrigues (Fig.1) foi pioneiro em transformar o design no Brasil e torná-lo mundialmente conhecido. Trazia em seus projetos sua inquietação e identidade da cultura brasileira. Carioca, nascido em 1927, formou-se em Arquitetura e Urbanismo em 1952 pela UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) mas ele sabia que seu desejo ia muito além da arquitetura. Tinha admiração pelos interiores, então o sonho e o dom fez buscar estudos mais aprofundados em outros lugares. Começou a fazer um curso de decoração e seu professor gostou tanto de seu desempenho, que o convidou para ser seu assistente. Daí começou seu trabalho como designer que perdurou quase 61 anos de sua vida.

Fig. 2- Palácio do Itamaraty/ Sofás Pajé e Poltrona Oscar/ Fonte: Blog do Itamaraty

Fig. 2- Palácio do Itamaraty/ Sofás Pajé e Poltrona Oscar/ Fonte: Blog do Itamaraty

Em 1961, Sérgio ganhou seu primeiro prêmio no “IV Concurso Internacional do Móvel” em Cantù, na Itália, com a “Poltrona Mole” (Fig.2). Na época, sua peça ficou na vitrine de sua loja (Oca) por um ano, pois era motivo de “chacota” e não despertava olhares de seu público, mas seu idealizador ainda acreditava no potencial dela. Sérgio não estava errado. De repente a “Mole” foi chamando atenção de pessoas com um certo nível cultural. Despertando, então, atenção de algumas personalidades, entre elas o governador Carlos Lacerda, que foi a pessoa que praticamente exigiu que a poltrona fosse enviada ao concurso. Sérgio, alcançou o auge de sua carreira nos anos 50 e 60.

Sua peça mais famosa e que o tornou um grande nome do design no país. A ‘Sheriff Chair’, como ficou conhecida no exterior, combina a robustez e o conforto, o convite ao relaxamento e a linguagem moderna e efetivamente brasileira, o que levou a conquistar o primeiro lugar no Concurso. Ela é composta por uma estrutura em madeira de jacarandá torneada, com correias em couro e que, após ajuste com botões torneados, formam um apoio que suporta os almofadões do assento, do encosto e dos braços, unidos numa só peça. Observação que não indica apenas uma poltrona, mas um projeto-chave do design nacional. A Mole integra o acervo do Museu de Arte Moderna (MoMA) de Nova York, e é até hoje um sucesso de vendas.

Fig. 3- Sérgio Rodrigues- Fonte: Página Pessoal

Fig. 3- Sérgio Rodrigues- Fonte: Página Pessoal

Após seu nome se espalhar pelo exterior, Sérgio recebeu convites para projetar móveis para nossa capital, Brasília, que estava recém inaugurada. Como um bom e velho patriota, percebeu que a capital estava sendo arquitetada com belíssimos palácios, mas que seus interiores, não faziam jus à vista exterior. Ele sentia falta de brasilidade. Algumas peças que já faziam parte do ambiente interno, eram estrangeiras e ele enxergava a necessidade do interior com pinta de Brasil. Queria que Brasília refletisse inteiramente nossa cultura, que por sinal, é muito bela, e nossas ricas matérias-primas e foi assim que fez.

Sergio foi chamado várias vezes a Brasília para outros projetos. Fez móveis para o Itamaraty (Fig. 3), gabinete do chanceler. Projetos para o Senado, para o Palácio da Alvorada. Projetou todas as casas dos diretores do Banco Central, em Brasília. Fez o interior do Teatro Nacional de Brasília, o Cine Brasília e muitos outros projetos que ainda podem ser apreciados em seus lugares originais. Os projetos dele, traz em sua maioria, a cultura brasileira identificada. O uso de madeira, couro, tecidos de fibras naturais e palhinha, como materiais tradicionais, indicam também seu grande apego pela cultura indígena.

Fig. 4- Cine Brasília/ Fonte: Correio Braziliense

Fig. 4- Cine Brasília/ Fonte: Correio Braziliense

Sérgio de fato começou a procurar o Brasil através do design. Transformou consideravelmente o conceito de móveis em nosso país, dando a eles generosidade nos traços e no uso de madeiras nativas. É de suma importância, citar Sergio como percursor do Design de Interiores no Brasil. Seu acervo composto por inúmeras peças, são sinônimos de uma elegância, descontração e valiosas criações. Sérgio Rodrigues, faleceu em 01 de setembro de 2014, em sua casa no bairro de Botafogo, Rio de Janeiro, deixando uma enorme sede de brasilidade no Design de Interiores no Brasil.

Para ler toda a Edição:

 

SpotLogo

SPOT BOLETIM ACADÊMICO DE DESIGN DE INTERIORES

O Spot Boletim Acadêmico de Design de Interiores é um projeto desenvolvido por alunos do curso de Design de Interiores da Unicesumar, Campus: Maringá. São os atuais membros do Spot os alunos: Mateus Sanches, Marciane Schuh, Rose Ribeiro, Daniel Manfredi, Bárbara Faria e André Fernandes. Neste mês o Spot lança a sua 6a. Edição recheada de conteúdos muito interessantes para o Design de Interiores. Agora este jovem projeto fará uma parceria com o Diblioteca, dividindo com a gente, por aqui, as suas colunas. Seu representante será o Mateus Sanches, estudante de Design de Interiores, 1o. semestre matutino do Curso Tecnológico de Design de Interiores Unicesumar. Para entrar em contato com ele segue o e-mail: spotboletim@gmail.com 

logo_morar_mais_por_menos

Morar Mais por menos 2016

By | Notícias | No Comments

Boa tarde, Designers de Interiores e futuros designers de interiores!

Vocês conhecem a mostra Morar Mais? Esta é uma mostra de Design e decoração que têm como principal objetivo o design econômico e sustentável, ou seja, voltado para as características do design como responsabilidade social, o design pode sim atender as diversas classes sociais, e também responsabilidade ambiental, ou seja, o design deve sim se preocupar em usar produtos/materiais e desenvolver ambientes com menor impacto ambiental!

A Morar Mais por menos existe com esta proposta, segue a afirmação no próprio site:

morarmaislogoO Morar Mais® nasceu em 2004 de uma situação comumente vivenciada por quem vai decorar a primeira casa. Como ter um lar aconchegante e sofisticado sem gastar quantias exorbitantes? Como encontrar profissionais qualificados, soluções criativas e idéias inovadoras, que pudessem ajudar a criar uma decoração de interiores ao mesmo tempo chique e acessível? Quanto custa esse sonho da casa decorada?
O Morar Mais® foi ainda o pioneiro em sustentabilidade – em 2007, começou a apostar em ambientes criados com respeito ao meio ambiente e melhor aproveitamento de recursos, além da utilização de materiais ecologicamente corretos. Essa reocupação tornou-se ainda mais clara em 2009, quando tornou-se membro do Greenbuilding Council Brasil, organização que visa o desenvolvimento da construção sustentável, conscientizando a sociedade e divulgando práticas ecologicamente corretas. (Fonte: Site Oficial Morar Mais)

Além disso, o Morar Mais também possui uma premiação para os profissionais que conseguiram atingir os preceitos exigidos pela mostra, são nove categorias de premiação: mais por menos; sustentabilidade, inclusão social, brasilidade, tecnologia e informação, espaço comercial, customização, espaço conceitual e nacional.

No site da mostra você pode ficar sabendo mais informações! Segue o link: Morar Mais

Este ano você encontra no site já as datas para o evento que vai acontecer em Vitória!

26 de julho a 04 de setembro de 2016
Avenida Dante Micheline, 4584 Jardim Camburi
Vitória | ES
Terça a Sexta das 15h às 21h
Sá, dom e feriados das 13H às 21h

morarmais01

Fonte: Facebook Morar Mais

morarmais02

Fonte: Facebook Morar Mais


Fonte: Morar Mais (Site Oficial)

Fonte das Imagens: Facebook Morar Mais Oficial

12274347_1098568306849917_5668624381016665518_n

Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design/ BH-MG

By | Notícias | No Comments

Minas Gerais está cheia de eventos para o Design e Design de Interiores este ano, além das mostras de design a capital vai oferecer o Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design, aos pesquisadores brasileiros é uma ótima opportunidade para aprender e repassar seus conhecimentos!

Para os Designers de Interiores a linha de pesquisa para envio de artigo, banner, ou iniciação científica está no Eixo Temático: Prática do Design item: Design de Ambiente.

Graduandos, Pós-Graduandos, Mestrandos, Doutorandos, e Docentes, participem!!

A submissão de artigos foi prorrogada até dia 31-05-2016

Para mais informações visitem o site: http://www.ped2016.com.br/eixo_tematico.html

E, o Facebook: https://www.facebook.com/PD-2016-Belo-Horizonte-1098566583516756/?fref=ts

Arte_e_Design_Adriana_Stedille_04

A importância do conhecimento da Arte para o Design

By | Blog | No Comments
Adriana_Stedille

Adriana Stedille

Olá, primeiramente gostaria de me apresentar brevemente. Meu nome é Adriana Stedille, sou técnica em Design de interiores há 11 anos, graduada em Design de Produtos há 3 anos e recentemente retomei os estudos em uma Pós de História da Arte.

Trabalho com Projetos de interiores há mais de 10 anos e atualmente desenvolvo projetos de interiores como autônoma, através da Usina Interior Design, marca de meu escritório Home Office. Então, vamos lá!

 

O que a história da arte tem a ver com design? Isso é o que iremos discutir através desta coluna, que será atualizada quinzenalmente! Espero vocês aqui! Abraços!

 

A importância do conhecimento da arte para o design

 

O design por inúmeras vezes pode ser confundido com arte, o que é bastante plausível uma vez que temos visto as duas áreas aparecendo juntas por aí em inúmeros trabalhos, como amostras de design de interiores, estamparia de produtos, etc. Porém há uma diferença que devemos ter consciência: o design está intimamente ligado à solução de problemas.

Ateliê do Artista – Ana Carolina Liber – Casa Cor Mato Grosso do Sul 2014

Ateliê do Artista – Ana Carolina Liber – Casa Cor Mato Grosso do Sul 2014

 

É importante, conhecer a história dos estilos e do mobiliário, objetos e decorações que fazem parte de cada estilo e época, criando referencial para novos projetos de interiores, assim, como a própria moda o faz. Tal conhecimento amplia nossas ideias durante o processo criativo, sendo aplicável no design em geral, como repertório.

Arte_e_Design_Adriana_Stedille_02

Produtos com impressões inspiradas no estilo Pop Art.

 

Não há dúvida alguma que é impossível compreender ideias conceituais, criar novas possibilidades, além de produzir qualquer ambiente e até mesmo, o desenvolvimento de um novo produto, sem conhecer os caminhos percorridos pela arte, que baseiam todo o processo criativo do design.

A imagem a seguir demonstra uma releitura de mobiliário através da criação de um novo produto, com troca de materiais, mas sem fugir muito da essência estética do produto de referência.

 

Arte_e_Design_Adriana_Stedille_03

O processo criativo existe nas duas áreas, sendo a necessidade ou o motivo que difere o resultado entre os dois. O design preocupa-se em entender as necessidades do mundo e questionando-as através de suas criações, diferente do artista, que indaga questionamentos para que cada pessoa tenha sua própria resposta, sem necessidade de haver uma verdade absoluta, desafiando o espectador. Em outras palavras, a arte faz perguntas e o design as responde.

A arte é um dos elementos mais importantes e fundamentais para o conhecimento da história da humanidade, bem como o processo evolutivo do ser humano e com isso, a história dos acessórios, adornos, mobiliários, etc. Isso nos auxilia diretamente na compreensão dos fatos passados e principalmente, na compreensão das tendências do mundo atual.

E então? Vamos ampliar nossos estudos e conhecimentos em relação à História da Arte?

___

Adriana_Stedille

 

Adriana Stedille, graduada em Design de Produto pela Faculdade da Serra Gaúcha em Caxias do Sul; Designer de Interiores pela Criart de Porto Alegre, e graduanda em História da Arte pelo Claretiano; Diretora de Criação da empresa Usina Interior Design em Caxias do Sul. Contato: contato@usinaid.com.br

 

 

 

DmaisDesign

Dmais Design

By | Notícias | No Comments

A relação entre Design, Moda e Arte acontecendo intensamente durante diversas atividades como palestras, oficinas, coquetéis, lançamento de produtos, e muito mais!

O Dmais Design é o maior evento de Design no estado de Minas Gerais, este ano será sua terceira edição, acontecerá na capital Belo Horizonte, nos dias 13 – 19 de Junho.

Uma das diversas novidades do evento é o lançamento  do primeiro apartamento com o selo “Casa Saudável”.

Para saber mais sobre o evento visite o site: http://www.dmaisdesign.com.br/sobre/

E, o Facebook: https://www.facebook.com/DMAIS-Circuito-de-Decora%C3%A7%C3%A3o-e-Design-573596776069807/?fref=ts

anuncio-cabecalho-dmais-design-2016-22

cropped-casa-construir-azul

Mostra de Design, Decoração, Arquitetura e Paisagismo em Lagoa Santa/MG

By | Notícias | No Comments

A segunda edição da Mostra Casa Construir escolheu como tema para este ano o Estilo Mediterrâneo, o evento acontece na cidade de Lagoa Santa Minas Gerais, e conta com 35 (trinta e cinco) espaços da casa do estilista Victor Dzenk, o evento vai apresentar cerca de 40 (quarenta) profissionais da área, fornecedores e lojistas também farão parte.

Data: 01 de junho a 09 de julho

Mais informações pelo site/fonte: Casa Construir – http://www.construircasadesign.com/mostra-casa-construir-2016/

Segue a página do evento no Facebook: Casa Construir

CasaConstruir_Timeline4